Contabilidade P Blica-PDF Free Download

Contabilidade P blica
04 Aug 2020 | 6 views | 0 downloads | 152 Pages | 4.99 MB

Share Pdf : Contabilidade P Blica

Download and Preview : Contabilidade P Blica

Report CopyRight/DMCA Form For : Contabilidade P Blica



Transcription

2010 Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Todos os direitos reservados. A responsabilidade pelo conte do e imagens desta obra do s respectivos autor es O conte do desta obra foi licenciado tempor ria. e gratuitamente para utiliza o no mbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil atrav s da UFSC O leitor se compromete a utilizar. o conte do desta obra para aprendizado pessoal sendo que a reprodu o e distribui o ficar o limitadas ao mbito interno dos cursos. A cita o desta obra em trabalhos acad micos e ou profissionais poder ser feita com indica o da fonte A c pia desta obra sem auto. riza o expressa ou com intuito de lucro constitui crime contra a propriedade intelectual com san es previstas no C digo Penal artigo. 184 Par grafos 1 ao 3 sem preju zo das san es c veis cab veis esp cie. H126c Haddad Rosaura Concei o, Contabilidade p blica Rosaura Concei o Haddad Francisco Glauber. Lima Mota Florian polis Departamento de Ci ncias da Administra o. UFSC Bras lia CAPES UAB 2010, Inclui bibliografia, Bacharelado em Administra o P blica. ISBN 978 85 7988 085 8, 1 Contabilidade p blica 2 Administra o p blica 3 Educa o a dist ncia. I Mota Francisco Glauber Lima II Coordena o de Aperfei oamento de Pessoal de. N vel Superior Brasil III Universidade Aberta do Brasil IV T tulo. Cataloga o na publica o por On lia Silva Guimar es CRB 14 071. PRESIDENTE DA REP BLICA, Luiz In cio Lula da Silva. MINISTRO DA EDUCA O, Fernando Haddad, PRESIDENTE DA CAPES.
Jorge Almeida Guimar es, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Alvaro Toubes Prata, VICE REITOR, Carlos Alberto Justo da Silva. CENTRO S CIO ECON MICO, Ricardo Jos de Ara jo Oliveira. VICE DIRETOR, Alexandre Marino Costa, DEPARTAMENTO DE CI NCIAS DA ADMINISTRA O. CHEFE DO DEPARTAMENTO, Gilberto de Oliveira Moritz.
SUBCHEFE DO DEPARTAMENTO, Marcos Baptista Lopez Dalmau. SECRETARIA DE EDUCA O A DIST NCIA, SECRET RIO DE EDUCA O A DIST NCIA. Carlos Eduardo Bielschowsky, DIRETORIA DE EDUCA O A DIST NCIA. DIRETOR DE EDUCA O A DIST NCIA, Celso Jos da Costa. COORDENA O GERAL DE ARTICULA O ACAD MICA, Liliane Carneiro dos Santos Ferreira.
COORDENA O GERAL DE SUPERVIS O E FOMENTO, Grace Tavares Vieira. COORDENA O GERAL DE INFRAESTRUTURA DE POLOS, Joselino Goulart Junior. COORDENA O GERAL DE POL TICAS DE INFORMA O, Adi Balbinot Junior. COMISS O DE AVALIA O E ACOMPANHAMENTO PNAP, Alexandre Marino Costa. Claudin Jord o de Carvalho, Eliane Moreira S de Souza.
Marcos Tanure Sanabio, Maria Aparecida da Silva, Marina Isabel de Almeida. Oreste Preti, Tatiane Michelon, Teresa Cristina Janes Carneiro. METODOLOGIA PARA EDUCA O A DIST NCIA, Universidade Federal de Mato Grosso. COORDENA O T CNICA DED, Soraya Matos de Vasconcelos. Tatiane Michelon, Tatiane Pacanaro Trinca, AUTORES DO CONTE DO.
Rosaura Concei o Haddad, Francisco Glauber Lima Mota. EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS DID TICOS CAD UFSC. Coordenador do Projeto, Alexandre Marino Costa, Coordena o de Produ o de Recursos Did ticos. Denise Aparecida Bunn, Supervis o de Produ o de Recursos Did ticos. rika Alessandra Salmeron Silva, Designer Instrucional. Denise Aparecida Bunn, Adriana Novelli, Auxiliar Administrativo.
Stephany Kaori Yoshida, Alexandre Noronha, Adriano Schmidt Reibnitz. Projeto Gr fico e Finaliza o, Annye Cristiny Tessaro. Adriano Schmidt Reibnitz, Revis o Textual, Jaqueline Santos de Avila. Mara Aparecida Andrade R Siqueira, Cr ditos da imagem da capa extra da do banco de imagens Stock xchng sob direitos livres para uso de imagem. Os dois principais desafios da atualidade na rea educacional. do Pa s s o a qualifica o dos professores que atuam nas escolas de. educa o b sica e a qualifica o do quadro funcional atuante na. gest o do Estado brasileiro nas v rias inst ncias administrativas O. Minist rio da Educa o MEC est enfrentando o primeiro desafio. com o Plano Nacional de Forma o de Professores que tem por. objetivo qualificar mais de 300 000 professores em exerc cio nas. escolas de Ensino Fundamental e M dio sendo metade desse. esfor o realizado pelo Sistema Universidade Aberta do Brasil UAB. Em rela o ao segundo desafio o MEC por meio da UAB CAPES. lan a o Programa Nacional de Forma o em Administra o P blica. PNAP Esse programa engloba um curso de bacharelado e tr s. especializa es Gest o P blica Gest o P blica Municipal e Gest o. em Sa de e visa colaborar com o esfor o de qualifica o dos gestores. p blicos brasileiros com especial aten o no atendimento ao interior. do Pa s por meio de polos da UAB, O PNAP um programa com caracter sticas especiais.
Em primeiro lugar tal programa surgiu do esfor o e da reflex o de. uma rede composta pela Escola Nacional de Administra o P blica. ENAP pelo Minist rio do Planejamento pelo Minist rio da Sa de. pelo Conselho Federal de Administra o pela Secretaria de Educa o. a Dist ncia SEED e por mais de 20 institui es p blicas de Ensino. Superior IPES vinculadas UAB que colaboraram na elabora o. do Projeto Pol tico Pedag gico PPP dos cursos Em segundo lugar. esse projeto ser aplicado por todas as IPES e pretende manter um. padr o de qualidade em todo o Pa s mas abrindo margem para. que cada IPES que ofertar os cursos possa incluir assuntos em. atendimento s diversidades econ micas e culturais de sua regi o. Outro elemento importante a constru o coletiva do, material did tico A UAB colocar disposi o das IPES um material. did tico m nimo de refer ncia para todas as disciplinas obrigat rias. e para algumas optativas Esse material est sendo elaborado por. profissionais experientes da rea da Administra o P blica de mais. de 30 diferentes institui es com apoio de equipe multidisciplinar. Por ltimo a produ o coletiva antecipada dos materiais did ticos. acaba por liberar o corpo docente das IPES e faz com que haja maior. dedica o ao processo de gest o acad mica dos cursos uniformiza. um elevado patamar de qualidade para o material did tico e garante. o desenvolvimento ininterrupto dos cursos sem as paralisa es que. sempre comprometem o entusiasmo dos alunos, Por tudo isso estamos seguros de que mais um importante. passo em dire o democratiza o do Ensino Superior p blico e de. qualidade est sendo dado desta vez contribuindo tamb m para a. melhoria da gest o p blica brasileira, Celso Jos da Costa. Diretor de Educa o a Dist ncia, Coordenador Nacional da UAB. Apresenta o 11, Unidade 1 Conceitos Or ament rios e Financeiros.
Or amento P blico 15, Instrumentos de Planejamento na Administra o P blica Federal 18. Esferas da Lei Or ament ria Anual LOA 19, Plano Plurianual e Lei de Diretrizes Or ament rias 19. Plano Plurianual PPA 20, Lei de Diretrizes Or ament rias LDO 20. Princ pios Or ament rios 21, Cr ditos Or ament rios e Adicionais 23. Cr ditos Adicionais 23, Descentraliza o Or ament ria 25.
Programa o Financeira 26, Descentraliza o Financeira Libera o 28. Unidade 2 Receitas e Despesas P blicas, Receitas 37. Ingressos Or ament rios Receita Or ament ria 39, Ingressos Extraor ament rios 39. Caracter sticas dos Ingressos Financeiros 40, Receitas Or ament rias Efetivas e N o Efetivas 41. Classifica es da Receita Or ament ria 42, Classifica o Econ mica ou Quanto Natureza 42.
Etapas e Est gios da Receita Or ament ria 44, Despesas 45. Disp ndios Or ament rios Despesa Or ament ria 46, Disp ndios Extraor ament rios 47. Classifica es da Despesa Or ament ria 48, Natureza da Despesa Or ament ria 48. Estrutura da Natureza da Despesa Or ament ria 49, Categoria Econ mica 49. Etapas da Despesa Or ament ria 50, Planejamento 50.
Execu o 51, Controle e Avalia o 51, Unidade 3 Contabilidade P blica e Subsistemas de Contas. Contabilidade P blica 61, Conceitos 63, Objetos 65. Regimes Or ament rio e Cont bil 66, Exerc cio Financeiro 67. Campo de Aplica o 68, Avalia o de Itens Patrimoniais 69. Classifica o dos Fatos Cont beis P blicos 70, Varia es Patrimoniais 73.
Varia es Ativas e Passivas 75, Varia es Or ament rias e Extraor ament rias 75. Varia es Or ament rias 75, Varia es Extraor ament rias 76. Muta es Ativas e Passivas 77, Subsistemas de Contas 81. Subsistema Financeiro 83, Subsistema Patrimonial ou N o Financeiro 84. Subsistemas de Compensa o e Or ament rio 85, Subsistema de Custos 87.
Unidade 4 Plano de Contas, Introdu o 95, Conceito objetivos e composi o do Plano de Contas 97. Estrutura B sica do Plano de Contas do Governo Federal 98. Contas de Controle ativo e passivo compensado 100, Unidade 5 Demonstra es Cont beis. Introdu o 109, Balan o Patrimonial 112, Estrutura do Balan o Patrimonial 113. An lise do Balan o Patrimonial 114, Balan o Or ament rio 119. Estrutura do Balan o Or ament rio 119, An lise do Balan o Or ament rio 121.
Balan o Financeiro 125, Estrutura do Balan o Financeiro 126. An lise do Balan o Financeiro 127, Indicadores de Gest o 128. Demonstra o das Varia es Patrimoniais 130, Estrutura da Demonstra o das Varia es Patrimoniais 131. An lise da Demonstra o das Varia es Patrimoniais 134. Demonstra o dos Fluxos de Caixa 137, Demonstra o do Resultado Econ mico 138. Demonstrativos Exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal 139. Relat rio Resumido da Execu o Or ament ria RREO 139. Relat rio de Gest o Fiscal 141, Refer ncias 149, Minicurr culo 152.
Apresenta o, Apresenta o, Caro estudante, Seja bem vindo disciplina Contabilidade P blica. Voc iniciou o estudo da Ci ncia Cont bil no m dulo de. Contabilidade Geral no semestre passado Neste semestre voc. aprender que a Contabilidade P blica um dos ramos da Ci ncia. Em Contabilidade Geral voc aprendeu sobre o patrim nio. sua composi o suas varia es conceitos cont beis plano de. contas registros cont beis dos fatos administrativos demonstra es. cont beis e legisla o b sica, Agora voc futuro ou j Administrador P blico ver como. funciona a Contabilidade Aplicada Administra o P blica dada. a necessidade de os entes da Federa o coletarem registrarem. acompanharem e fiscalizarem todos os atos e fatos que envolvem o. patrim nio p blico, Para entender melhor essa mat ria necess rio conhecimento. b sico da contabilidade geral e no es sobre o or amento p blico e. sua execu o or ament ria e financeira, Com rela o ao Or amento P blico neste m dulo. estudaremos alguns conceitos b sicos apenas com a inten o de. nivelar a linguagem visto que esta ser uma mat ria que voc. estudar no m dulo 6 quando ser abordado todo o processo e. sistema de planejamento, Voc observar que a Contabilidade P blica est relacionada.
ao controle do or amento e do patrim nio p blico e a esta disciplina. cabe acompanhar todos os atos e fatos praticados pelo administrador. tendo como papel principal contribuir para o processo decis rio. Professora Rosaura Concei o Haddad, Professor Francisco Glauber Lima Mota. M dulo 3 11, Conceitos Or ament rios, e Financeiros. Objetivos espec ficos de aprendizagem, Ao finalizar esta Unidade voc dever ser capaz de. ffDescrever o que or amento p blico, ffRessaltar a import ncia do or amento p blico. ffConhecer receita e despesa, ffIdentificar etapas do ciclo or ament rio e.
ffObservar qual a etapa de atua o da Contabilidade P blica. Unidade 1 Conceitos Or ament rios e Financeiros, Or amento P blico. Caro estudante, Nesta Unidade estudaremos o significado do or amento. p blico sua import ncia como instrumento do planejamento. governamental e sua vincula o com a contabilidade p blica. mostrando a legisla o b sica e atual que regem a mat ria. Apresentaremos alguns conceitos para facilitar a sua. compreens o sobre a contabilidade or ament ria financeira e. patrimonial que diferem em v rios aspectos da contabilidade. geral principalmente em rela o aos lan amentos cont beis e. suas demonstra es, Abordaremos os aspectos constitucionais do or amento. os princ pios or ament rios os cr ditos adicionais o ciclo. or ament rio e as descentraliza es or ament ria e financeira. que ir o servir de base para assimila o das pr ximas. Unidades Portanto a finalidade desta Unidade demonstrar. que a Contabilidade Aplicada ao Setor P blico apresenta. particularidades a come ar pelos conceitos or ament rios. que ensejar o registros cont beis pr prios possibilitando o. controle e a avalia o sendo um important ssimo instrumento. para a Administra o P blica e a sociedade, Voc deve se perguntar. O que o Governo faz com os impostos as taxas e os servi os. que s o pagos pelos cidad os Esse dinheiro bem aplicado Os. gastos s o realizados aleatoriamente ou existe um planejamento. Quais as prioridades da sociedade O que mais importante sa de. educa o habita o ou saneamento, O or amento o instrumento de maior relev ncia e.
provavelmente o mais antigo da Administra o P blica utilizado. pelos Governos para organizar os recursos financeiros. governamental e sua vincula o com a contabilidade p blica mostrando a legisla o b sica e atual que regem a mat ria Apresentaremos alguns conceitos para facilitar a sua compreens o sobre a contabilidade or ament ria financeira e patrimonial que diferem em v rios aspectos da contabilidade

Related Books

CURSO EM PDF CONTABILIDADE P BLICA 2016

CURSO EM PDF CONTABILIDADE P BLICA 2016

aqui para ajud los com a disciplina CONTABILIDADE P BLICA que tamb m chamada de Contabilidade Aplicada ao Setor P blico ou Contabilidade Governamental Este curso al m da parte te rica cobrada nos principais certames tamb m compreender a resolu o de mais de 300 quest es de concursos recentes

No es de Contabilidade P blica

No es de Contabilidade P blica

para o entendimento da contabilidade p blica N o pretendemos e nem seria poss vel dentro dos limites de um trabalho deste porte esgotar todos os temas relacionados ao ensino da Contabilida de P blica mas nos propomos a abordar os aspectos m nimos necess rios para compreender a linguagem or ament ria e cont bil t o importantes dentro da gest o p blica Esperamos alcan ar os

CONTABILIDADE FACILITADA PARA CONCURSOS RINC PIOS DE

CONTABILIDADE FACILITADA PARA CONCURSOS RINC PIOS DE

CONTABILIDADE FACILITADA PARA CONCURSOS PRINC PIOS DE CONTABILIDADE RES CFC 750 93 GABRIEL RABELO LUCIANO ROSA JULIO CARDOZO Prof Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www estrategiaconcursos com br 2 de 22 1 RESOLU O N 750 93 DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE ATUALIZADA Os itens da Resolu o est o nas caixas destacadas em azul claro

Curso de Contabilidade Geral para ATRFB 2016 Teoria e

Curso de Contabilidade Geral para ATRFB 2016 Teoria e

ferramentas necess rias para voc botar a prova de Contabilidade Geral no bolso Antes de falar mais sobre o curso deixa eu me apresentar Sou o professor Marcondes Fortaleza ensino Contabilidade Geral e Avan ada para concursos desde 2003 j passei por alguns dos maiores cursos preparat rios Brasil afora e posso dizer que tenho

3D CONCURSOS CONTABILIDADE GERAL PARA SEFAZ BA 2019

3D CONCURSOS CONTABILIDADE GERAL PARA SEFAZ BA 2019

3D CONCURSOS CONTABILIDADE GERAL PARA SEFAZ BA 2019 Como pedido de desculpas pela demora na disponibiliza o desse PDF esse curso contratado para ficar disposi o at a fase de recursos ficar dispon vel at 31 08 2019 Fique vontade para compartilhar este material com quem desejar Ajude a divulgar o 3D CONCURSOS Valorize nosso trabalho e adquira nossos cursos apenas pelo

RESUMO CONTABILIDADE GERAL

RESUMO CONTABILIDADE GERAL

Esp rito Santo e al m disso Professores de Contabilidade do Estrat gia Concursos Lecionar para n s durante os ltimos anos tem sido um grande prazer Al m de uma bela profiss o ajudar as pessoas a atingirem os seus objetivos uma causa muito nobre E a expans o da internet nos tem propiciado algo incr vel que antes n o era poss vel levar informa es relevantes para

Contabilidade e Planejamento Tribut rio

Contabilidade e Planejamento Tribut rio

presente trabalho pode ser impresso pelo portal da Editora ou do Autor e utilizado para fins did ticos desde que informada a fonte e mantido intacto o conte do sem republica es Capa Jovi Barboza Contatos www editoraprojus com br jovi jovi adv br Jovi Barboza ndices para cat logo sistem tico 1 Brasil Tribut rio Planejamento Tribut rio Contabilidade Fiscal Barboza Jovi

CONTABILIDADE DE CUSTOS CRC

CONTABILIDADE DE CUSTOS CRC

5 relacionada no contexto do relat rio Unidade 2 TERMINOLOGIA CONT BIL B SICA Terminologias utilizadas em Contabilidade de Custos Gasto a ren ncia de um ativo feita pela empresa dinheiro ou promessa de entrega de bens e direitos para obten o de um bem ou servi o seja para uso troca transforma o ou consumo

Conceito Campo Objeto Fun es e Finalidade da Contabilidade

Conceito Campo Objeto Fun es e Finalidade da Contabilidade

Conceito Campo Objeto Fun es e Finalidade da Contabilidade Contabilidade Prof Fernando Aprato

Isabel Louren o 100 75 Fundamentos 95 75 de Contabilidade

Isabel Louren o 100 75 Fundamentos 95 75 de Contabilidade

Fundamentos de Contabilidade Financeira Isabel Costa Louren o Ana Isabel Morais Ana Isabel Lopes Coordena o Teoria e Casos Aprenda contabilidade com base em casos de empresas portuguesas de sucesso EDI ES S LABO Isabel Louren o Ana Isabel Morais Ana Isabel Lopes Pedro Ferreira Cl udio Pais Il dio Lopes Nuno Magro S lvia Casa Nova Professora Associada com Agrega o do ISCTE IUL

REP BLICA DE PANAM mides gob pa

REP BLICA DE PANAM mides gob pa

POAMA D PSCOA iii PROGRAMA DE PREESCOLAR iii MENSAJE DE LA MINISTRA DE EDUCACI N a actualizaci n del curr culo para la Educaci n B sica General constituye sin lugar a dudas un gran aporte para todos

REP BLICA FEDERATIVA ainfo cnptia embrapa br

REP BLICA FEDERATIVA ainfo cnptia embrapa br

REP BLICA FEDERATIVA DO BRASIL Presidente Itamar Franco Ministro da Agricultun do Abastecimento e da Reforma AgrSria ikmo Barbosa Empresa Brasileira de Pesquisa