Geometria Anal Tica I

2y ago
88 Views
2 Downloads
1.26 MB
15 Pages
Last View : 5d ago
Last Download : 3m ago
Upload by : Joanna Keil
Transcription

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 101Geometria Analı́tica I10/05/2011Respostas dos Exercı́cios do Módulo I - Aula 10Aula 10Observação: Nos gráficos abaixo, uma fronteira preta significará fronteirafechada (que pertence à região) e uma linha clara signficará fronteira aberta (quenão pertence à região, normalmente representada por tracejado ou pontilhado)1.a. A equação xy 2 representa a hipérbole de focos (2, 2) e ( 2, 2),centro (0, 0) e assı́ntotas x 0 e y 0. Os focos pertencem à regiãoque satisfaz a inequação xy 2; de fato, 2 · 2 4 2 e ( 2) · ( 2) 4 2. O centro (0, 0), por outro lado não pertence à região, poisFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1020 · 0 0 1. Assim, a região definida por xy 2 é dada por A equação x2 y 2 1 representa a hipérbole de focos2, 0 e 222 2, 0 e centro (0, 0). Para o centro (0, 0), temos x y 0 02 0 1. Os focos, por sua vez, não satisfazem a inequação x2 y 2 1, pois ( 2)2 02 2 1 e ( 2)2 02 2 1. Assim, a regiãodefinida por x2 y 2 1 éFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 103Tomando a interseção destas regiões, obtemosNote que a interseção das curvas que delimitam a região é calculadafazendo-se(xy 2x2 y 2 1Multiplicando a segunda equação por x2 , temosx4 (xy)2 x2 .Como (xy)2 4, temosx4 x2 4 0,que, resolvida em x2 nos dará2x 1 2Assim,sx 171 217. (Note que descartamos x2 (1 17)/2, pois, sendo este valor negativo, não poderia ser o quadrado de x.) Logo, 22 2y p .x1 17Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 104Assim, os pontos de interseção são s1 172 s 2 2 1 172 2 ,p, pe . 21 171 17b. A região definida por x y 1 0 éPor outro lado,(x 1)2 (y 1)2 2x x2 2x 1 (y 1)2 2x x2 (y 1)2 1,que é sempre satisfeita, uma vez que a soma de dois quadrados serásempre positiva, logo, maior ou igual a 1. Logo, a região definidapela segunda inequação é todo o R2 . Assim, a região da interseção éa mesma definida por x y 1 0, já apresentada acima.c.x2 y 2 2x 4y 1 x2 2x 1 y 2 4y 4 4 (x 1)2 (y 2)2 4,Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 105logo, a região definida pela primeira inequação éx2 y 2 6x 4y 4 x2 6x 9 y 2 4y 4 1 (x 3)2 (y 2)2 1,logo, a região é dada porComo y 0 descreve o semiplano positivo, a interseção das regiõesFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 106será2.1x2 2x y a 0 x2 2x 1 y a 1 0 (x 1)2 4 (y (1 a)).4Sabemos que1(x 1)2 4 (y (1 a))4representa a parábola de vértice (1, 1 a), concavidade para baixo e foco(1, 1 a 1/4). Substituindo o foco, temos1(1 1)2 4 (1 a 1/4 (1 a)) 0 1/4,4que é FALSO! Assim, o foco não pertence à região. A região será entãodada porPara que a reta y 0 pertença a esta região, devemos ter, então, 1 a 0,Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 107logo a 1. Note que não poderia ser a 1, pois se a 1, o vértice(1, 1 a) (0, 0) não estará contido na região (pois ela é definida por um‘ ’, não por um ‘ ’), e assim faltaria um ponto da reta y 0.3.a. Seguindo a idéia da página 153, podemos dividir o a primeira equação x y 2 em dois sistemas,(x y 2x y 0(ou x y 2x y 0(onde o “ou” indica que tomaremos a união das regiões). O primeirosistema nos dáe o segundoA união das regiões será entãoFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 108Note que até agora encontramos apenas a região correspondente àprimeira equação. A segunda, x y 2 pode ser encontrada pelomesmo processo, e seráA interseção destas regiões será entãoObservação: Vamos ver uma outra forma de lidar com inequaçõescomo x y 2. Se b 0, sabemos que a b a2 b2 . Assim, x y 2 x2 2xy y 2 4.Masx2 2xy y 2 4que é a equação da cônica degenerada dada pelas retasx y 2 e x y 2.Testando então um ponto de cada região, vemos quex2 2xy y 2 4Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 109será a região do plano entre as duas retas, esboçada acima ( o terceiroesboço deste item).b. Para x y 1, podemos proceder como acima e obter a união dossistemas((x y 1 x y 1ou,x 0x 0de soluções (respectivamente)cuja união seráAs outras equações nos dãox2 y 2 1 :Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1010x y:A interseção das três regiões será:Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1011c. A região serád. A região seráe. A região será4.a. Como visto no Exemplo 10.9, a região determinada por(x y 1)(y x 2) 0é a união das regiões definidas por(x y 1 0y x 2 0(oux y 1 0y x 2 0(De fato, para que (x y 1)(y x 2) seja negativo, é necessário eFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1012suficiente que x y 1 e y x 2 tenham sinais diferentes. Os pontosem que ao menos uma das equações se anula, estão naturalmente nasolução de algum dos sistemas).A solução do primeiro sistema ée a do segundo éAssim, a união será dada porb. A região determinada por(9x2 y 2 36x 27)(x2 4x y 4) 0Fundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1013é a união das regiões definidas por(9x2 y 2 36x 27 0x2 4x y 4 0(ou9x2 y 2 36x 27 0x2 4x y 4 0(De fato, para que (9x2 y 2 36x 27)(x2 4x y 4) seja positivo,é necessário e suficiente que 9x2 y 2 36x 27 e x2 4x y 4tenham sinais iguai).A solução do primeiro sistema ée a do segundo éAssim, a união será dada porFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1014c. A região determinada por( x 4)(4x2 9y 2 40x 54y 145) 0é a união das regiões definidas por( x 4 04x2 9y 2 40x 54y 145 0(ou x 4 04x2 9y 2 40x 54y 145 0Vamos tentar entender a região definida por x 4 0. Note que x 4 0 x 4 4 x 4,Assim, o primeiro sistema definirá a regiãoDa mesma forma, para que x 4 0, é necessário e suficiente quex 4 ou x 4. Assim, o segundo sistema define a regiãoFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Analı́tica IRespostas do Módulo I - Aula 1015A união delas seráFundação CECIERJConsórcio CEDERJ

Geom. Anal tica I Respostas do M odulo I - Aula 10 1 Geometria Anal tica I 10/05/2011 Respostas dos Exerc c

Related Documents:

Geometria Plana Geometria Espacial Geometria Analítica Trigonometria 2012 . 3 1 GEOMETRIA PLANA 1.1 DEFINIÇÕES Ponto: Um elemento do espaço que define uma posição. Reta: Conjunto infinito de pontos. Dois pontos são suficientes para determinar uma reta, ou ainda um ponto e a inclinação da mesma. Plano: Conjunto infinito de retas. Três .File Size: 1MB

3a Prova C alculo Vetorial e Geometria Anal tica Prof.: S ergio Data: 01/Dez/2015 Turno: Manh a Tarde Curso: Nome: Per odo: 15.1 Turma(s): Matr cula: Observa c oes: Use a constante s como sendo o ultimo numero de sua matr cula, nas quest oes abaixo. 1a Quest ao Classi que, esboce e determine todos os elementos das c onicas abaixo: a) C a: ( 1 .

Geometria anal tica 1 1 Teoria e lista de exerc cios introdut orios Veremos problemas b asicos de Geometria anal tica

Ga - Programa c ao linear 1 Geometria anal tica - Programa c ao linear Per odo de 2014.

pública quando do ensino de geometria espacial, ou de forma geral retomado tópicos de geometria plana e também espacial, o que poderíamos considerar como sendo os fundamentos da geometria euclidiana. Tendo como referência a importância da geometria dentro da estrutura da matemática e o quanto aos aluno

Texts of Wow Rosh Hashana II 5780 - Congregation Shearith Israel, Atlanta Georgia Wow ׳ג ׳א:׳א תישארב (א) ׃ץרֶָֽאָּהָּ תאֵֵ֥וְּ םִימִַׁ֖שַָּה תאֵֵ֥ םיקִִ֑לֹאֱ ארָָּ֣ Îָּ תישִִׁ֖ארֵ Îְּ(ב) חַורְָּ֣ו ם

achievement reaches the international advanced level. In 2018, TICA merged and acquired an OFC central air conditioning enterprise . TICA's excellent system integration capability and the world-class OFC water chillers help increase the integrated COP of the efficient equipment room to 6.7 to 7.0. TICA---We're striving.

Friday was a very good trading day, and this simple method worked like gangbusters. On days when trading is less active, this method still will work well, but you may see fewer trades, and you will definitely see smaller price moves than the ones demonstrated here. But the purpose of these charts is not to convince you to trade this method. They are merely demonstrations of when and where you .